terça-feira, 31 de agosto de 2010

"POESIA NO BLOG DO POETA - POEMA QUE FIZ EM 2006, MAIS CONTINUA BEM ATUAL - VERDADES"

*
Aqui já virou realidade
Dinheiro público ser desviado
E como não existe punibilidade
O ladrão ficou viciado.
**
O cidadão tudo ver
E acompanha de perto
Mas fizeram ele crer
Que quem rouba, é esperto.
***
Existe um, em um milhão.
Dizendo que roubar é errado
Mas a mente do babão
Não entende o recado.
****
Fizeram lavagem cerebral
Em uns pobres miseráveis
Nem com ajuda celestial
Vão se tornar razoáveis.
*****
Estão vendo a dificuldade
Aumentando dia a dia
Mas o idiota, fora da realidade.
Ainda olha o ladrão com idolatria.
******
Falta do insumo ao medicamento
Até alimentação para paciente
Ainda tem cabra jumento
Que defendem essa gente.
*******
O trabalho é escravo
Dentro do Hospital
Pois os servidores bravos
Ganham salário irreal.
********
Recebem tratamento desumano
Os Auxiliares de Serviços
De um gestor que é engano
E vai ficando tudo por isso.
*********
Se houver reclamação
Fazem primeiro ameaça
Depois vem a punição
Não deixando nada de graça.
**********
Entra em sena o Chefe babão
Fazendo terrorismo psicológico
Afrontando a honra do cidadão
E desrespeitando a lógica.
***********
Tem burro que acha bonito
Todo este desgoverno
Deve ser lambe botas, o esquisito.
Ou algum pindarista enfermo.
************
E o contribuinte pagante
Tem medo de denunciar
Pois sabe que o poder arrogante
Vai fazer tudo para lhe prejudicar.

Poeta: Joaquim da Rocha.

"PIADA NO BLOG DO POETA - SE FOR MENTIR CONVENÇA"

O Advogado saiu do escritório, encontrou a sua secretária no ponto de ônibus e caía a maior chuva.

Ele parou o carro e perguntou:

- Você quer uma carona?

- Claro, respondeu ela, entrando no carro.

Chegando ao edifício onde ela morava, ele parou o carro para que ela saísse e ela o convidou para entrar no seu apartamento.

- Não quer tomar um cafezinho, um whisky, ou alguma coisa?

- Não, obrigado, tenho que ir para Casa.

- Imagine, o Senhor foi tão gentil comigo, vamos entrar só um pouquinho.

Ele subiu, atendendo ao pedido da moça.

Ao chegarem ao apartamento, ele tomava seu drink enquanto ela foi para dentro e voltou toda gostosa e perfumada.

Depois de alguns goles, quem pode aguentar?

Ele caiu, literalmente. Transou com a secretária e acabou adormecendo.

Por volta das 4:00 h da manhã, ele acordou, olhou no relógio e levou o maior susto.

Aí ele pensou um pouco e disse à sua secretária:

- Você me empresta um pedaço de giz?

Ela entregou-lhe o giz, ele pegou, colocou atrás da orelha e foi pra casa.

Lá chegando, encontrou a mulher louca de raiva e ele foi logo contando..

- Quando saí do trabalho dei carona para a minha secretaria, depois que chegamos ao prédio onde ela mora, ela me convidou para subir e me ofereceu um drink, em seguida, ela foi para o banho e retornou com uma camisola transparente e muito linda, e após vários goles acabamos indo para a cama e fizemos amor, aí dormi e acordei agora há pouco...

A mulher deu um berro e falou:

- Seu mentiroso filho da puta, sem vergonha, estava no bar jogando sinuca com os seus amigos, nem sabe mentir, até esqueceu o giz na orelha.

"CHARGE NO BLOG DO POETA -SINFRÔNIO"

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

"CHARGE NO BLOG DO POETA -SINFRÔNIO"

"DATAFOLHA - Eleitor vê Dilma como a mais preparada"

Em três meses de campanha a candidata petista passou a ser vista pelo eleitorado como a "mais preparada".
ROBERTO S. FILHO.

Apesar da subida de Dilma em todos os quesitos, Serra é apontado como mais experiente (51% a 31%).

São Paulo. Acusada por adversários e até por aliados, como Ciro Gomes (PSB), como a menos preparada para assumir a Presidência da República, a candidata do PT, Dilma Rousseff, conseguiu reverter essa situação, pelo menos no imaginário do eleitorado brasileiro.

Em três meses de campanha, a candidata petista, passou a ser vista pelo eleitorado como a "mais preparada" para governar o país e administrar áreas como educação, economia e segurança. É o que aponta o detalhamento da última pesquisa Datafolha.

O levantamento feito nos dias 23 e 24 deste mês mostra que a exposição da petista gerou mudanças significativas na visão do eleitor.

Dilma hoje é considerada "mais preparada" para ser presidente por 42% dos entrevistados, contra 38% de José Serra (PSDB). Na última pesquisa a incluir essa questão, em maio, Serra tinha 45%, ante 29% dela.

Seu desempenho evoluiu no Sudeste (+ 14 pontos), no Nordeste (+ 18 pontos) e entre os mais jovens, de 16 a 24 anos (+ 17 pontos).

Ela passou o tucano nos quesitos de melhor nome para combater a violência (38% a 30%), cuidar da educação (41% a 31%), manter a estabilidade econômica (49% a 28%) e lutar contra o desemprego (46% a 28%). Serra mantém a dianteira (47% a 33%) na saúde, área em que concentra sua propaganda eleitoral e da qual foi ministro no governo FHC.

O salto nos índices de Dilma está ligado à TV: 71% dos que acham a propaganda dela melhor a têm como mais habilitada para o cargo.

Apesar da subida de Dilma em todos os quesitos, Serra é apontado como mais experiente (51% a 31%) e inteligente (36% a 34%). Mas ele perdeu 13 pontos em "experiência", e ela ganhou 14.

Dilma é avaliada como mais autoritária (37% a 30%), porém mais simpática (37% a 26%) do que Serra. Para 41% dos eleitores, Serra defenderá mais os ricos, ante 17% de Dilma. Já 45% dizem que ela governará mais para os pobres, contra 20% do tucano.

Marina Silva (PV) perdeu pontos em todas as áreas. Seu melhor desempenho é sobre defesa dos pobres (13%) e simpatia (14%). Ontem, para uma plateia de cerca de 300 pessoas, na maioria formada por nordestinos, Serra, acusou a adversária do PT, Dilma Rousseff, de já ter sentado na cadeira presidencial um mês antes da eleição e advertiu que essa atitude pode demonstrar falta de respeito com os eleitores. "Sentar na cadeira um mês antes da eleição é uma atitude que talvez seja falta de respeito com os eleitores", alfinetou o tucano. "Quem decide quem vai sentar na cadeira é o povo e não o candidato."

Serra, que participou de conversa com membros da Associação dos Nordestinos do Estado de São Paulo, na Capital paulista, ao lado da esposa Mônica, prometeu dar moradia às famílias que ganham até 3 salários mínimos, caso seja eleito.

De acordo com o presidenciável, os programas do governo federal não funcionaram para essa faixa de renda. "Nós fizemos muita moradia, o programa federal que tem sido muito apresentado não está atendendo as famílias que ganham até 3 salários mínimos." E questionou a eficácia do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo Lula. DN.

"SAÍDA DOS EUA - Iraquianos dizem que guerra vai continuar"

Barack Obama anunciou no sábado que cumprirá a promessa de dar fim à guerra iniciada por Bush.
FOTO: REUTERS.

Muitos iraquianos não acreditam na capacidade de proteção da polícia e do Exército do país, que têm 600 mil homens.

Bagdá - A mensagem do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de que o Iraque irá "traçar seu próprio curso" feita neste fim de semana pode ter sido bem recebida por seus compatriotas cansados da guerra, mas aumentou a ansiedade quanto ao futuro para os iraquianos. "A guerra não vai acabar. A guerra contra o terrorismo continua aqui", disse Nuri al-Moussawi, 51 anos, morador de Bagdá.

Obama anunciou no sábado o fim das operações de combate dos Estados Unidos na terça-feira, com uma redução do número de soldados no Iraque para 50 mil, cumprindo a promessa que ele fez durante a campanha presidencial de 2008 de dar fim à guerra que foi iniciada por George W. Bush. A declaração de Obama foi considerada uma prévia de um comunicado pela televisão que ele fará na terça-feira, do Salão Oval da Casa Branca.

Entretanto, como os líderes iraquianos ainda não formaram um governo seis meses depois das eleições e os ataques dos rebeldes persistem, a confiança dos iraquianos está em baixa.

"A retirada dos Estados Unidos é precipitada. Nosso Exército ainda não tem capacidade", disse Moussawi.

A violência em geral teve uma queda drástica desde seu nível mais alto de massacres sectários em 2006 e 2007. No entanto, como muitos iraquianos, Moussawi não acredita na capacidade de proteção da polícia e do Exército do país, que juntos têm 600 mil homens.

As poderosas Forças Armadas do ex-ditador Saddam Hussein foram dissolvidas pelos administradores norte-americanos pouco depois que a invasão liderada pelos Estados Unidos em 2003. O Exército, polícia, Marinha e Aeronáutica do Iraque foram montados do zero. Rebeldes sunitas colocaram as forças de segurança domésticas à prova, matando 57 homens em um centro de recrutamento do Exército em 17 de agosto e mais de 60 pessoas em atentados de carro-bomba contra delegacias de polícia em todo o país em 25 de agosto. DN.

"SUCESSÃO ESTADUAL - Candidatos priorizam encontros no Interior"

Lúcio Alcântara, na carreata de ontem, entre Cláudio Vale, o seu vice, e Alexandre Pereira o candidato ao Senado.
FOTO: KID JÚNIOR.

Lúcio Alcântara voltou do Interior e fez uma carreata na manhã de ontem, em Fortaleza, ao lado dos correligionários.

O Interior do Estado foi o foco principal das campanhas ao Governo do Estado, no fim de semana. Dos principais candidatos, apenas Lúcio Alcântara (PR), na manhã de ontem, teve compromissos em Fortaleza. Cid Gomes (PSB) e Marcos Cals (PSDB) só participaram de eventos públicos no Interior do Estado.

Cid fez campanha no sábado, durante o dia, em municípios da Zona Norte do Estado. Bela Cruz, Itarema e Senador Sá foram os municípios que receberam a caravana comandada pelo atual governador.

À noite ele tomou a rota do Cariri, fazendo campanha nos municípios de Barro e Ipaumirim. Domingo, ele esteve na Região dos Inhamuns e em dois outros municípios da Região Norte. Nesta segunda, ele não tem agenda de campanha.

Lúcio Alcântara iniciou o fim de semana com caminhada em Senador Pompeu, no Sertão Central. Em seguida foi a Boa viagem. A tarde, esteve em Madalena e no sábado fez uma carreata em Quixeramobim.

No domingo, o candidato retornou à Capital onde, na companhia do candidato a vice, Cláudio Vale, e do candidato a senador, Alexandre Pereira (PP), visitaram os bairros Granja Portugal e Vila Manoel Sátiro. Nesta segunda-feira, ele gravará programas para o horário eleitoral gratuito pela manhã. A noite concede entrevista em emissora de televisão em Fortaleza e segue para uma visita à exposição agropecuária de Itapipoca.

A primeira parada de Marcos Cals (PSDB), no sábado, foi em Jaguaribe, onde realizou carreata. Seguiu para Russas, à tarde e encerrou a programação à noite, no Município de Aracati, no litoral leste. No domingo, Cals teve compromisso apenas no município de Canindé.

Hoje, ele faz caminhada na periferia de Fortaleza. Primeiro no conjunto Rosalina e depois na Lagoa do Opaia. À noite ele estará no Jardim Alvorada e com a comunidade de Barreiro.

O candidato do PV ao Governo do Estado, Marcelo Silva e Soraya Tupinambá (PSOL), também visitaram, no fim de semana, municípios do Interior cearense. Soraya ainda teve agenda ontem, na Capital. DN.

"CHARGE NO BLOG DO POETA - BARGANHA"

"Ministério Público entra com nova ação sobre sanguessugas"

O ex-deputado federal Jorge Pinheiro e os empresários Luiz Antônio Vedoin e Ronildo Medeiros são suspeitos pelo desvio de mais deR$ 260 mil destinados à aquisição de ambulâncias e equipamentos hospitalares em três município.

O Ministério Público Federal no Distrito Federal ajuizou nova ação de improbidade administrativa contra o ex-deputado federal Jorge Pinheiro e os empresários Luiz Antônio Vedoin e Ronildo Medeiros por envolvimento na máfia dos sanguessugas.

Segundo a Procuradoria, eles são suspeitos pelo desvio de mais de R$ 260 mil destinados à aquisição de ambulâncias e equipamentos hospitalares nos municípios goianos de Água Fria de Goiás, Formosa e Padre Bernardo.

Os três, conforme a denúncia, faziam parte do esquema de fraude a licitações na área de saúde desbaratado em 2006 durante a Operação Sanguessuga.

A quadrilha, composta por empresários, agentes públicos e políticos, agia de forma articulada para que empresas ligadas ao grupo Planam, de propriedade de Vedoin e Medeiros, ganhassem licitações superfaturadas, realizadas com recursos liberados por meio de emendas orçamentárias apresentadas por parlamentares cúmplices do esquema.

No caso dos municípios goianos, a fraude aconteceu em 2003 e teria contado com a ajuda do ex-deputado federal, que teria recebido em troca cerca de R$ 90 mil. Em depoimento, Vedoin e Medeiros afirmaram que parte do dinheiro foi paga em espécie, diretamente ao ex-parlamentar. O restante foi depositado na conta de um assessor, utilizado como laranja no esquema.

Segundo as investigações, entre 2000 e 2005, Pinheiro teria apresentado emendas que beneficiaram a quadrilha no valor de mais R$ 2,3 milhões.

Duas empresas de fachada ligadas ao grupo Planam -Klass Comércio e Representação Ltda e Enir Rodrigues de Jesus EPP- venceram as licitações para aquisição de veículos e equipamentos hospitalares nos municípios de Água Fria, Formosa e Padre Bernardo. Elas receberam cerca de R$ 88 mil de cada prefeitura.

A reportagem não conseguiu contato com os acusados para comentar a ação. (da Folhapress).

"Serra diz que Dilma já "sentou na cadeira""

A uma plateia de nordestinos, Serra reclamou de suposto espírito de "já ganhei" por parte da adversária petista. "Quem decide é o povo", disse o tucano.

A uma plateia de cerca de 300 pessoas, a maioria nordestinos, o candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, acusou ontem a adversária do PT, Dilma Rousseff, de fazer campanha como se já tivesse vencido a disputa, um mês antes da votação, marcada para o próximo 3 de outubro. O tucano advertiu que a suposta atitude da petista pode demonstrar falta de respeito com os eleitores. “Quem decide quem vai sentar na cadeira (presidencial) é o povo, e não o candidato”, ponderou.

No último sábado, Dilma negou estar de “salto alto”, mas frisou que, caso vença a eleição, vai “estender a mão” para Serra.

O tucano, que participou ontem à tarde de conversa com membros da Associação dos Nordestinos do Estado de São Paulo, na Capital paulista, ao lado da esposa Mônica, prometeu dar moradia às famílias que ganham até 3 salários mínimos, caso seja eleito.

De acordo com o presidenciável, os programas do Governo Federal não funcionaram para essa faixa de renda. “Nós fizemos muita moradia. O programa federal que tem sido muito apresentado não está atendendo as famílias que ganham até 3 salários mínimos.”

Moradia
O tucano questionou ainda a eficácia do programa “Minha Casa, Minha Vida”, criado na gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT): “eles disseram que iam entregar 1 milhão de casas, não vão entregar mais do que 1/5 disso.”

Ainda na linha das críticas, Serra apontou que Lula não fez nada pela favela de Heliópolis, que aparece na propaganda do horário eleitoral gratuito de Dilma Rousseff.

Segundo ele, os programas de moradia dessa favela foram implementados pelo Governo estadual tucano de São Paulo. “Sabe quem está querendo faturar com isso? É a candidata federal, a Dilma”, ironizou.

“Eles não fizeram nada por lá (Heliópolis), anunciaram que o Lula irá visitar a comunidade para inaugurar um conjunto habitacional. Tem um dinheirinho federal lá que não deve passar de 20% a 30% (do montante total investido no projeto pela administração tucana).” (das agências).

FONTE: OPOVOONLINE.

domingo, 29 de agosto de 2010

"POESIA NO BLOG DO POETA - “VERSANDO SEM MEDO”"

Escrevo sem um pingo de medo
Tem aposentado chupando o dedo,
Foi armada uma bela trama
Com requinte de crueldade
Onde os filhos da mãe lealdade
Impediram a votação na Câmara.

Escrevo sem um pingo de medo
Este meu humilde enredo,
Para falar de um aumento
Que já está mais enrolado
Do que maconheiro viciado
Que furta para manter o sustento.

Escrevo sem um pingo de medo
Pois o que falo não é segredo,
Já que avalio com razão
Esta transação perversa
Onde toda aquela conversa
Sempre acaba num pastelão.

Escrevo sem um pingo de medo
De quem madruga e acorda cedo,
E ao nascer do Sol azul anil
Começa o meu grande tormento
Ao lembrar-me, do injusto orçamento.
Do filme, Lula o filho do Brasil.

Escrevo sem um pingo de medo
Só que estou um pouco azedo,
Do tamanho da covardia
Com nossos aposentados
Cada dia mais fracassados
Com a falta de cidadania.

Escrevo sem um pingo de medo
De mostrar o meu arremedo,
Por que, os que têm o poder.
E controle da situação
Estão todos em nossas mãos
No dia da eleição vamos botar pra derreter.

Poeta: Joaquim da Rocha.

"PIADA NO BLOG DO POETA - Que computador, hein???"

Um homem estava sentido uma forte dor no braço direito e resolveu ir ao médico.
Chegando lá, o médico anunciou:
- Estou fazendo uso de uma técnica revolucionária, utilizando um computador de última geração que dá o diagnóstico de qualquer doença pelo exame de urina, que é colocado em um dispositivo da máquina.
O paciente olhou para o médico rindo e disse:
- O Senhor me desculpe Doutor, mas eu sou analista de sistemas e nunca ouvi falar nesta nova máquina. Mas, para todos os efeitos, vamos fazer o exame.
O paciente entrou para o banheiro do consultório,  e  trouxe um vidrinho com a amostra da urina.
O médico calmamente colocou uma pequena porção na máquina e em 30 segundos saiu uma fita da impressora com o resultado, que o médico leu em alta voz:
- João da Silva, analista de sistemas, artrite no braço direito.
O paciente espantado disse:
- Mas eu nem lhe disse o meu nome... Não possível... Não estou acredito neste exame.
Gostaria de repeti-lo com uma nova amostra.
O paciente colheu a amostra novamente, passou para o médico que colocou no computador e este deu
novamente o resultado.
" João da Silva, analista de sistemas, artrite no braço direito."
O paciente virou para o médico e disse:
- Doutor, o Senhor não me leve a mal, mas eu gostaria de fazer o exame novamente, mas trazer a urina coletada após o jejum.
O médico concordou e combinou encontrá-lo no dia seguinte, naquele mesmo horário.
Chegando em casa, o paciente pegou o potinho de urina, pediu a esposa para colocar um pouquinho
da sua urina no pote, pediu também à filha, pegou um pouquinho do óleo do motor do carro, bateu uma punhetinha e misturou tudo.
Foi para o consultório do médico rindo e pensando:
- Agora eu quero ver se este computador funciona mesmo. Hehehehehe!!!
Ao chegar, o médico pegou a amostra, colocou na máquina e então o resultado demorou um pouquinho
mais para sair, cerca de 45 segundos.
O médico então leu calmamente:
- João da Silva, 34 anos, analista de sistemas,  Corno, filha grávida de 3 meses, o carro vai pifar e da próxima vez que bater punheta, bata com o braço esquerdo, porque o direito está com artrite.

sábado, 28 de agosto de 2010

"CHARGE NO BLOG DO POETA -SINFRÔNIO"

"SUCESSÃO ESTADUAL - Cid evita falar sobre os números da pesquisa"

Cid Gomes dá entrevista ao sair do encontro com empresários da Câmara Brasil-Portugal, no início da semana
RODRIGO CARVALHO

Ausente de alguns eventos, nas últimas horas, ontem o governador retomou as caminhadas no Interior

O candidato à reeleição ao Governo do Estado, Cid Gomes (PSB), não participou da caminhada no Município Ibaretama, ontem pela manhã. Porém, Cid e seus aliados realizaram minicomícios nas cidades de Bela Cruz e Itarema, na parte da noite. Aliados do governador comemoraram o resultado obtido por Cid Gomes na pesquisa Vox Populi, publicada na edição de ontem do Diário do Nordeste, e disseram que a tendência será de crescimento dos percentuais dos postulantes ao Senado Federal, Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT).

Hoje, Cid Gomes e sua comitiva realizam caminhada em Senador Sá, pela manhã, e minicomícios nas cidades de Bela Cruz e Itarema, no fim deste sábado. Amanhã, a programação se inicia em Poranga e, no fim da tarde e início da noite, os candidatos da coligação "Por Um Ceará Melhor Para Todos" realizam eventos nos municípios de Mucambo e Coreaú.

Paralelo a agenda de campanha, Clodoveu Arruda, coordenador dos grupos de trabalho que estão colhendo propostas para o plano de Governo de um eventual segundo mandato do postulante do PSB, reúne, neste sábado, na parte da manhã, no Marina Park, os sub-coordenadores de 15 setores para a compilação destas matérias.

Evitando falar sobre os números das pesquisas que lhes favoreciam com o aumento do percentual de intenções de votos, por meio de sua assessoria de imprensa, Cid Gomes (PSB) declarou que "pesquisas são realidades do momento. Vamos continuar trabalhando muito para apresentar nossas realizações, projetos e propostas para o Ceará e os cearenses", colocou.

Aliados

O candidato a senador, Eunício Oliveira (PMDB), aposta nos excepcionais desempenhos de Dilma Rousseff (PT) para presidente e Cid para governador no Estado, para melhorar os números apresentados por ele e seu companheiro de chapa senatorial, José Pimentel (PT).

"A pesquisa do Vox Populi foi realizada poucos dias depois do início da propaganda eleitoral no rádio e na televisão. O eleitor primeiro decide o voto nos seus candidatos para presidente e governador. Pelos números apresentados, Dilma e Cid estão praticamente consolidados. Somente faltando poucos dias da eleição é que o votante vai decidir seu voto para os senadores. Na campanha de 2006, há 15 dias da eleição, o Inácio Arruda (PCdoB) estava 10 pontos atrás do Moroni Torgan (DEM), e aí, com a consolidação do Cid, o crescimento do Inácio veio como consequência", ressaltou Eunício Oliveira.

O deputado federal José Guimarães, vice-presidente do PT cearense, afirmou que as metas estabelecidas para as campanhas de Dilma Rousseff e Cid Gomes estão bem definidas, destacando que, agora, a meta é buscar as vitórias de José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira (PMDB) para o Senado Federal. "Dilma deve alcançar 75% dos votos dos eleitores no Estado, como Cid deverá ser reeleito. Agora, é manter o ritmo e buscar eleger os nossos senadores", colocou o deputado petista.

Como dirigente do PT, Guimarães reforçou que a imagem de Pimentel será mais vinculada à sua agremiação. Indagado se tal ação não poderá atrapalhar a campanha conjunta de Eunício e Pimentel e criar problemas para a coligação toda, o petista disse que não.

"Pimentel é nosso primeiro nome e o Eunício é o segundo. É normal e legítimo mantermos a campanha unificada, mas vamos associar mais o Pimentel ao vermelho do PT, o senador do PT. Temos estratégias conjuntas, porém temos ações próprias e o Eunício tem as dele", justificou o parlamentar.

Enquanto isso os peemedebistas também trabalham a consolidação do nome de Eunício Oliveira, para que ele seja o mais votado dos dois candidatos ao Senado Federal.

FONTE: DN.


"MAIS CONHECIDO - Cals se diz tranquilo com os números"

Marcos Cals em uma das lojas da Monsenhor Tabosa, quando de uma caminhada no início da semana
WALEXKA SANTIAGO

Neste fim de semana, o tucano faz campanha em vários municípios do Interior cearense terminando em Canindé,

"Vejo com muita tranquilidade". Este foi o comentário do candidato ao Governo do Estado pelo PSDB, Marcos Cals, em relação ao resultado da pesquisa Vox Populi/IG, publicada ontem, pelo Diário do Nordeste, que mostra o tucano com 10% das intenções de votos, atrás de Lúcio Alcântara (PR), com 20% e Cid Gomes (PSB), com 51%.

Cals analisa que no período em que a pesquisa foi feita, entre os dias 21 e 23 de agosto, apenas havia ido ao ar dois de seus programas eleitorais, o que segundo afirma, não ser o bastante para lhe tornar conhecido. Além do mais, destaca que 68% dos cearenses ainda não viram a propaganda eleitoral.

"Não tenho dúvida de que em setembro estarei com 25% das intenções de voto. Tenho certeza que a eleição no Estado do Ceará será definida em dois turnos", aponta. Para Marcos Cals, seu percentual de votos conquistados até o momento, está em torno dos 17%, segundo ele, devido a receptividade que vem tendo nos locais que visita.

O tucano pondera que ao passo que seus programas eleitorais forem sendo veiculados, mostrando suas propostas, a população passará a lhe conhecer melhor. Ele também acredita que o percentual de votos para Cid Gomes cairá bastante, devido ao índice de desaprovação que o atual governador vem apresentando nas pesquisas.

Tânia Alencar, responsável por receber e distribuir material de campanha para quem procura o comitê central de Marcos Cals em Fortaleza, também acredita que o seu candidato não está apenas com 10% das intenções de votos.

Aceitação

Ela garante que pelas pessoas que não trabalham na campanha e procuram material dos tucanos, o percentual de votos para Marcos Cals é bem maior do que o apontado na pesquisa. Além disso, destaca a boa aceitação do senador Tasso Jereissati (PSDB), acreditando que ele está transferindo muitos votos para Marcos Cals.

O administrador do comitê central, Wellington Oliveira, garante que o trabalho da militância não mudou com as pesquisas, e que o ânimo e o empenho de todos que participam da campanha dos tucanos continua o mesmo.

FONTE: DN.

"NOVAS ESTRATÉGIAS - Lúcio já admite mudanças"

Logo cedo, ontem, foi realizada uma reunião com a militância, para evitar desestímulo ao trabalho nas ruas.

Ontem, foi dia de buscar motivação nos comitês do candidato ao Governo, Lúcio Alcântara (PR). Depois de conhecidos os números das últimas pesquisas, Vox Populi, que apresentou Lúcio com 20%, contra 51% de Cid Gomes, e Datafolha com 19% contra 53% de Cid, parte dos coordenadores da candidatura do republicano tentaram incentivar os militantes a não desanimar com a queda nos índices de preferência do eleitorado em relação às outras consultas.

Apesar da queda, o candidato disse, em entrevista ao Diário do Nordeste, que a sua campanha não deverá sofrer alterações "bruscas" nas estratégias, porém vai ser intensificada. "Se tiver alguma mudança vai ser uma ou outra, coisa pequena", explicou Lúcio Alcântara, sem adiantar quais aspectos poderão ser modificados.

O republicano não se mostrou preocupado com a queda nas duas pesquisas e disse que as consultas revelam momentos que poderão mudar posteriormente. "Se eu me preocupasse com pesquisas, eu não tinha sido nem candidato ao Governo", declarou.

De acordo com o candidato é importante manter o foco nos trabalhos da campanha. Ele ainda admitiu que está confiante no segundo turno e avisou que vai tentar conscientizar a população de que isso é necessário para uma disputa mais democrática no Ceará.

Fragilidade

Lúcio também destacou a dificuldade financeira como a maior fragilidade de sua campanha, o que diferencia seu trabalho em comparação com o do principal adversário, Cid Gomes, aproveitando para dizer que a campanha do governador é "opulenta e "luxuosa".

Ontem, na parte da manhã, a movimentação nos dois comitês do republicano na Capital foi pequena. Em uma das sedes, no entanto, foi realizada uma reunião entre gestores e funcionários com o intuito de motivar os militantes. Isso para que os ativistas possam manter o mesmo ritmo nos eventos apesar das quedas nas pesquisas.

Além disso, alguns coordenadores da campanha de Lúcio Alcântara estiveram reunidos durante parte da manhã e novas estratégias, embora não tenham sido anunciadas, poderão surgir, já que os defensores de Lúcio mantêm-se confiantes na possibilidade de segundo turno.

Embora, durante entrevista, Lúcio tenha demonstrado entusiasmo quem esteve nos dois comitês dele, ontem, pode perceber certo desânimo entre alguns militantes, que chegaram a comentar que, apesar dos resultados, a campanha vai continuar com o empenho de todos os envolvidos.

Ontem, Lúcio visitou cidades do Interior e, apesar dos resultados das pesquisas, afirmou que sentiu uma boa receptividade da população. Hoje, o candidato do PR visita os municípios de Senador Pompeu, Boa Viagem, Madalena e Quixeramobim. No domingo, ele volta à Capital e faz carreatas nos bairros Granja Portugal e Manoel Sátiro.

FONTE: DN.

"CONFINAMENTO - Vídeo mostra mineiros presos"

Homens mostraram a forma como eles se organizaram no abrigo em que estão confinados; parecendo mais magros, contaram que passam o tempo jogando dominó.
IVAN ALVARADO/REUTERS

Isolados há 22 dias em uma mina no Chile, trabalhadores aparecem animados em imagens durante 45 minutos

Copiacó. O primeiro vídeo divulgado dos 33 homens presos em uma mina do Chile mostra os mineiros sem camisa, mais magros mas aparentemente saudáveis. De braços dados, eles cantam o hino nacional e gritam "Longa vida ao Chile, e longa vida aos mineiros!".

Apenas cinco minutos do que seria um vídeo de 45 minutos foi exibido pela Televisión Nacional de Chile. Os homens fizeram as imagens com uma câmera mandada por um pequeno buraco que liga o abrigo de emergência no subsolo ao mundo exterior.

As imagens da mina San José mostram alguns homens de pé, outros deitados e aparentemente acordando. Um homem mostra orgulhoso o modo como eles organizaram o abrigo onde se refugiaram desde o deslizamento de 5 de agosto. Os mineiros também mostraram outras áreas por onde eles podem caminhar. "Nós temos tudo organizado", diz um dos mineiros, aparentemente animado.

Um dos trabalhadores mostrou uma mesa com dominós e comentou que "aqui é onde nós nos entretemos". "Nós nos encontramos aqui todo os dias", acrescentou. "Nós planejamos, fazemos assembleias aqui todos os dias, para que todas as decisões sejam baseadas nos pensamentos dos 33", disse.

A companhia proprietária da mina, San Esteban, informou que deve pedir falência e não poderá pagar os salários dos mineiros. A Justiça ordenou que fossem retidos US$ 1,8 milhão da companhia, como garantia para o pagamento dos vários processos aguardados contra a companhia.

Presos há 22 dias a 700 metros de profundidade, após um deslizamento de terra bloquear o acesso à mina, os trabalhadores foram encontrados vivos no domingo, o que foi considerado "um verdadeiro milagre". Seguindo o cronograma das equipes de resgate, eles deverão ser retirados no mês de dezembro.

Depressão

Cinco dos 33 mineiros apresentam quadro de depressão, afirmou o ministro chileno da saúde, Jaime Mañalich. Eles devem receber tratamento psiquiátrico a partir do exterior.

"Realizamos uma longa pesquisa de caráter psicológico; fizemos uma entrevista psiquiátrica com cinco dos que estão isolados, não querem aparecer no vídeo, não estão alimentando-se bem. Depressão é a palavra correta", afirmou Mañalich.

"Estamos preparando remédios para eles, porque seria ingênuo pensar que eles vão ser capazes de manter esse tremendo ânimo durante um período tão longo", afirmou o ministro após assistir ao vídeo. A perfuração definitiva que permitirá o resgate dos homens começará entre domingo e segunda-feira.

Apesar dos avanços na tecnologia e na maior ênfase em segurança, pelo menos publicamente, a mineração permanece como um setor perigoso. Desde 2000, uma média de 34 pessoas morrem todos os anos em acidentes no Chile, com um pico de 43 em 2008, segundo dados da agência regulatória do setor, Sernageomin.

A agência não quis dar entrevistas, citando as investigações internas ordenadas pelo presidente chileno Sebastian Piñera, que demitiu dirigentes de órgãos reguladores e criou uma comissão para investigar o acidente e a agência.

Processos

1,8 milhão de dólares da companhia San Esteban, dona da mina, foi bloqueado pela Justiça para garantir o pagamento de indenizações.

FONTE: DN.

"Nacional SEM CENSURA - STF libera humor sobre candidatos"

Carlos Ayres Britto afirmou que a decisão que tomou era "urgente´´
AGÊNCIA BRASIL

Para ministro, não cabe ao Estado definir previamente o que pode ou não ser dito por indivíduos

Brasília. O ministro Carlos Ayres Britto, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar que libera programas de humor a fazerem sátiras com os candidatos. A decisão ainda deverá ser analisada em plenário.

Na liminar, o ministro ressalta que não cabe ao Estado "definir previamente o que pode ou o que não pode ser dito por indivíduos e jornalistas". Na análise do ministro, "não há liberdade de imprensa pela metade ou sob as tenazes da censura prévia, pouco importando o poder estatal de que ela provenha".

Ayres Britto acrescentou ainda que a conduta será vedada apenas quando "descambar para a propaganda política, passando nitidamente a favorecer uma das partes na disputa eleitoral". O que poderá ser avaliado caso a caso pelo Poder Judiciário. A decisão foi tomada a partir de questionamento apresentado pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert).

Para derrubar o veto, válido para os três meses que antecedem as eleições, a entidade argumentou que as restrições "geram um grave efeito silenciador sobre as emissoras, obrigadas a evitar a divulgação de temas políticos polêmicos para não serem acusadas de ´difundir opinião favorável ou contrária´ a determinado candidato, partido, coligação, a seus órgãos ou representantes".

"Sob censura"

Comentando sua decisão, Carlos Ayres Britto afirmou ontem que os programas humorísticos estavam sob censura. "Era censura sim. Os programas em rádio e televisão de humor se inscrevem nas chamadas relações de imprensa e estão no âmbito da chamada liberdade de informação jornalística´´, disse. Segundo ele, a decisão que tomou era "urgente´´. "A demora significaria um prejuízo até irreparável para a liberdade de imprensa´´, afirmou.

No último fim de semana, um grupo de humoristas fez um protesto no Rio contra o veto ao humor nas eleições.

A Abert considerou que a decisão do STF "reafirma os princípios constitucionais, que garantem o exercício da liberdade de expressão e de imprensa, de manifestação do pensamento, de atividade intelectual e artística". Segundo nota divulgada pela entidade, os incisos da Lei Eleitoral que proibiam o uso de trucagem, montagem ou recursos de áudio ou vídeo que degradem candidato, partido ou coligação durante o período eleitoral, limitam a produção artística e desrespeitam a Constituição.

"Na expectativa da apreciação da matéria pelo Pleno do STF, reiteramos nossa convicção na plenitude das liberdades de expressão e de imprensa como pressuposto para um processo eleitoral justo, liso e transparente", afirma a Abert.

"CHARGE NO BLOG DO POETA"

"Datafolha/O POVO: petista comemora desempenhos de Dilma e Cid, mas sem o 'já ganhou'"

Segundo Acrísio Sena, isso mostra que o eleitorado está sabendo quem trabalha, de fato, em favor da população e procura melhorar a vida de todos

O coordenador-executivo da campanha de Dilma Rousseff no Ceará, vereador Acrísio Sena (PT), comemorou, nesta sexta-feira, o resultado da pesquisa Datafolha/O POVO que coloca a candidata petista em condições de vencer as eleições logo no primeiro turno. Dilma registrou 63%, contra 16% de Serra e 5% de Marina.

Segundo Acrísio Sena, isso mostra que o eleitorado está sabendo quem trabalha, de fato, em favor da população e procura melhorar a vida de todos. Ele destacou que Dilma tem o apoio do presidente Lula, fundamental na disputa, e reiterou que o povo não quer apostar no atraso, mas aprimorar o que já foi feito.

Sobre o desempenho de Cid Gomes, que registrou na pesquisa 53% contra 19% de Lúcio e 9% de Marcos Cals, Acrísio disse ser fruto do bom trabalho de um governador que transformou o Estado num canteiro de obras. Mesmo assim, “nada de salto alto”, avisou Acríso Sena.

ALVO PRIORITÁRIO

Acrísio avaliou que agora, com Dilma e Cid Gomes consolidando posições, precisa entrar na prioridade dos lulistas locais a disputa pelo Senado. Ele avalia que a militância terá que reforçar ações no sentido de eleger José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira (PMDB).

Blog do Eliomar.

"Eunício recebe mais votos de eleitores tanto de Tasso quanto de Pimentel"

A pesquisa O POVO/Datafolha deixa explícito o motivo pelo qual a chapa Eunício Oliveira (PMDB)-José Pimentel (PT) atravessa uma crise de infidelidade.

Um total de 45% dos eleitores aponta o candidato à reeleição Tasso Jereissati (PSDB) como primeira opção para o Senado.

Outros 20% não sabem em quem votar para nenhuma das duas vagas que serão preenchidas este ano. Os eleitores que têm Eunício como primeiro nome para o Senado são 14%. Já os que têm Pimentel como primeiro nome, 12%.

O que os números mostram claramente é o que as rodas políticas apontavam: quase a metade dos eleitores está escolhendo Tasso e mais um. Aí reside a dificuldade em viabilizar uma chapa do anti-tassismo: os outros candidatos estão de olho no segundo voto de quem está com o tucano.

Até agora, Eunício é quem tem se dado bem ao buscar esse segundo voto: 29% dos eleitores de Tasso votam também em Eunício, contra 19% que optam por Pimentel.

Já os eleitores de Pimentel dão 43% de votos para Eunício para a outra vaga. Outros 37% dos eleitores do petista votam também em Tasso.

Os que optam, todavia, pelo peemedebista distribuem o outro voto assim: 49% com Tasso e 38% para Pimentel.

Como é a eleição
O Senado tem um modelo de eleição único na política brasileira. É o único caso de eleição majoritária para um cargo Legislativo. Tanto para deputado federal, estadual quanto para vereador, a eleição é proporcional. Nesse caso, a eleição depende não apenas do voto individual recebido pelo candidato, mas da votação de todos os postulantes do partido ou coligação.

Além disso, é o único caso no Brasil no qual o eleitor escolhe não um, mas dois candidatos. Isso ocorre de oito em oito anos. No intervalo, a eleição é apenas para uma vaga de senador. Cada estado tem três representantes na Casa.