quarta-feira, 30 de junho de 2010

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

Uma alta autoridade portuguesa e sua comitiva, em visita oficial ao Brasil, têm que fazer o percurso Rio - São Paulo e resolvem ir de trem. Acostumados aos trens mais velozes e confortáveis, e às distâncias mais curtas da Europa, os portugueses vão ficando de saco cheio à medida que o tempo vai passando e nada de São Paulo. A viagem parecia interminável. Nisso um assessor fez uma descoberta notável:
- Repare excelência, como os postes passam velozmente por nós!
- Tens razão Joaquim. Está decidido: na volta viajaremos de poste!

"POLITICA NO BLOG DO POETA - Outro dado da mesma pesquisa.."


Antes mesmo de anunciado como candidato ao governo, Marcos Cals já era apontado por cerca de 10% das preferências quando simulado um cenário semelhante ao atual: uma disputa contra o governador e Lúcio Alcântara.

Sabe como um candidato apoiado por Tasso Jereissati terá apenas 10% dos votos válidos numa eleição para governador? Se o senador ficar falando mal dele. Apoiando-o prá valer, Cals não tem como obter menos de 20%. É seu piso. Anotem.

Estas tres Matérias foram escritas pelo Jornalista Ricardo Alcantâra, sendo portanto de sua inteira responsabilidade, somos apenas hospedeiros.

"POLITICA NO BLOG DO POETA - Gente assim nunca se mata."

São pesquisas para consumo interno.


A vantagem de Dilma sobre Serra no Ceará aumenta quando é citado o apoio do governador à candidata do presidente. Mas quando é citado o apoio do presidente a Cid Gomes, as chances do governador crescem muito mais.

Conclusão: Cid precisa mais de Lula do que Dilma de Cid. Eis aí a razão pela qual os Ferreira Gomes decidiram pagar o dissabor de romper com seu aliado histórico Tasso Jereissati: sua companhia selaria o beijo da morte.

"POLITICA NO BLOG DO POETA - PSDB no governo: entrou cedo, saiu tarde.."

Jogado para fora da bem pavimentada pista do governismo depois de levar um “canto de carroceria” dos seus mais tradicionais aliados do PFG (Partido dos Ferreira Gomes), o senador Tasso Jereissati logo vislumbrou, como a menos humilhante das despedidas, a chance de fingir que a decisão foi sua e o fez com o amargor bilial de sempre. Mas nada houve de voluntário em tudo aquilo: foi uma porta na cara que o levou para as ruas.


O senador finge ter se dado conta – “assim, de repente, entre a nova e a crescente” – de que o Ceará esteve submetido a uma oligarquia. A simulação sem limites o fez se confessar entre os mentores do modelo e declarou guerra ao espelho ao defender aposentadoria política – embora seja, ele mesmo, candidato – dos “Ferreira Gomes” e de si mesmo, o “Jereissati”, e o faz como um Nero que incendeia a cidadela ao pressentir sua derrocada.

Até aí, versões, nada mais que versões. O fato: derrotado nas urnas de 2006 por uma coligação ancorada no projeto popular do presidente Lula, o tucanato negou-se a cumprir o papel de oposição que o eleitor lhe reservou e desde cedo aninhou-se à sombra amena dos favores governistas ao preço de manter sua base municipal e ao custo de sua própria identidade. Assim, quem pouco tolerava antes, passou a fechar os olhos para muitas coisas.


Na operação intempestiva de 2006, deixaram a cabine de comando para se alojar nos porões. Foram provar carne de segunda em meio à marujada e lá ficaram até o dia em que um suprimento adicional de ração lhes foi negada. Lançados ao mar tão logo Cid Gomes se rendeu à imposição da realidade de que havia excesso de tripulantes, passaram a atirar no barco como se o tivessem abandonado e não expelidos à incerteza.


Eis o que narram os próprios fatos. O mais, versões. Nada mais que versões.
TASSO: Não saiu. Foi expelido.

terça-feira, 29 de junho de 2010

"POESIA NO BLOG DO POETA - DEFENDENDO A NATUREZA"

Meus caros estudantes
Sejam alunos brilhantes,
Não deixem de aprender
Que a consciência Ecológica
E o raciocínio da lógica
Ajuda-nos, a bem viver.

Amem a mãe natureza
Descobrindo suas belezas,
Preservem os nossos rios
Onde encontramos o pescado
Que para o pobre é legado
Por anos e anos a fio.

Defendam a ecologia
Como se fosse à magia,
De uma fadinha amiga
Que protege animais e florestas
O presente que nos resta
Para permanência da vida.

Sejam todos cidadãos
Não fiquem na contra mão,
Este é nosso alerta
Em defesa da preservação
Pois se entrarmos em ação
Estamos fazendo a tarefa certa.
Denunciem os desmatamentos
Vistos a todo o momento,
Isto evita as queimadas
Que polui o meio ambiente
E deixa o clima doente
Sem que possamos fazer nada.

Somos todos responsáveis
Por praticas não recomendáveis,
Mais se fizer nossa parte
Podemos vencer a luta
E transformar esta disputa
Num postal que é obra de arte.

Vamos estudar juntos
E aprofundarmos o assunto,
Em busca deste Ideal
Até encontrarmos a solução
Que nos mostre a direção
Para uma saída Genial.

Esta é a nossa cruzada
Mais não precisamos de espada,
Nossa Guerra é diferente
Lutamos pela preservação
Que pode salvar o futuro da nação
Que corre um risco Iminente.

Um amigo de meu filho tinha que fazer um trabalho para a escola falando sobre a natureza, então dei a idéia de fazer uma dissertação, ensinei como deveria ser feito, dei alguns tópicos e ele mesmo escreveu, apenas dei a idéia e depois fiz algumas correções. Depois que o garoto saiu me veio à idéia de fazer um poema com o mesmo tema. Comecei como se estivesse dando uma palestra para os estudantes de uma escola e ao mesmo tempo alertando-os, para a necessidade urgente de preservarmos o que nos resta. Sou suspeito para fazer uma autocrítica do poema, mais na minha concepção o que escrevi está dentro do roteiro.
POETA: JOAQUIM DA ROCHA

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

Três bandidos portugueses entram no banco e rendem todo mundo:
- Mãos para cima! Mãos para cima!
O Joaquim é quem dá as ordens:
- Manuel tranca todos no banheiro. Antônio traz o gerente até aqui.
Os assaltantes demonstraram a maior segurança e um planejamento perfeito. O gerente, tremendo e suando frio, foi levado à presença de Joaquim.
- Dá cá a chave do cofre, ó gajo!
- Pelo amor de Deus não me mate, eu esqueci a chave em minha casa. - Não te preocupes, ó gajo, hoje é só o ensaio, o assalto mesmo vai ser amanhã.

domingo, 27 de junho de 2010

"POESIA NO BLOG DO POETA - O AMOR"

*
O amor tem uma enzima
Que não podemos explicar
Funciona como um ima
Chegou perto, quer grudar.

**
Falam de amor inocente
Para mim este não há
Todo amor é crescente
É recebendo que se dá.

***
Falam de amor traído
Não acredito em traição
Este é amor dividido
E quem ama é doação.

****
Falam de amor passageiro
Que deixa vazio devastador
Não é o último, nem primeiro
Mas é o que traz maior dor.

*****
Falam de amor doente
Que maltrata quem ama
Esta é a forma indecente
De jogar o outro na lama.

******
Falam de amor seduzido
O culpado é o homem
Deixa a mulher inibida
E mal falada de nome.

*******
Falam de amor bandido
Que só existe na ficção
Mais é um amor traído
Por alguma maldição.

********
Falam de amor covarde
Que um maltrata o outro
Mais isto é só crueldade
E falta de dialogo maroto.

*********
Falam de amor ilusório
Um dos dois é enganado
Este é amor provisório
Não devia ter começado.

**********
Falam de amor feliz
Isto não é novidade
É Jesus quem diz
Amar é Felicidade.

Poeta: Joaquim da Rocha.

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

grupo de engenheiros portugueses acabam de inventar um novo modelo de pára-quedas que se abre com ao tocar o solo.

"PRESO NO QUARTEL DO COMANDO GERAL DA PM, WENDEL OLIVEIRA RENUNCIA CAUSA"

Wendel Oliveira é acusado de estelionato e está detido no quartel do comando geral da Polícia Militar.

O advogado Wendel Oliveira divulou nota à imprensa nesta sexta-feira (25) onde reclama de sua prisão por acusação de estelionato, e renuncia à defesa do ex-coronel José Viriato Correia Lima, preso por uma série de crimes que ficaram conhecidos como Crime Organizado no Piauí. O causídico está detido no quartel do comando geral da Polícia Militar desde o dia 18.

Além de Correia Lima, Wendel Oliveira renunciou à defesa de José Correia Braga Neto, Francisco Moreira do Nascimento, ambos também acusados de crimes que envolvem o ex-coronel, Raimundo Xavier da Silva, e Tomé Xavier da Silva.

Veja a nota, Leia a renúncia

O advogado foi preso no litoral do Estado, onde Correia Lima cumpre pena. Ele é acusado de usar o nome do escritório do advogado Pedro Calmon para conseguir clientes, o que desmentiu no mesmo dia.

Wendel Oliveira ainda criticou a decisão da sua prisão. "As hostilidades de exaustiva investigação que recebi em minha vida íntima e em pleno e livre exercício profissional da advocacia criminal em especial, expressam equívoco a respeito do papel do patrono, fato que considero lamentável. Chegou-se ao absurdo de culminar com minha prisão preventiva ausente de qualquer fundamentação idônea e plausível para uma medida acautelatória estatal tão extrema, quando a regra é a liberdade", destacou.

Fábio Lima - Blog do Pessoa.

sábado, 26 de junho de 2010

"BOCA DE FUNO"

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

. E o português estava cavando desesperado, fuçando com uma enxada atrás de uma árvore. Nisso chega um conhecido e fala:
- Seu Joaquim, o que é que o senhor tá fazendo aí, cavocando desse jeito?
- Pois é, é que eu tô num concurso, sabe, uma gincana pra saber onde é que é atrás da árvore!
- Sim, mas e daí?
- É que eu estou procurando merda!
- Essa eu não entendi!
- Oras, então depois eu é que sou burro, não é? Todo mundo quando vai no mato ele caga atrás da árvore!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

"POESIA NO BLOG DO POETA - Chaval"


*
Chaval terra das Rochas
Princesinha do litoral
A vida aqui desabrocha
Não existindo outra igual.

**
Seu clima temperado
Sem mudança brutal
Cura até desenganado
Que visitar este local.

***
Para alegrar os turistas
Nossa beleza é sem igual
Temos mangueizais a vista
Imponentes, sublime e natural.

****
A praia do porto do mosquito
É de uma beleza virginal
Um Lugar deste, tão bonito
Só podia ser em Chaval.

*****
Suas salinas a vista
Fabricas de sal natural
Base da economia mista
De nossa terra natal.

******
Agricultura é de subsistência
Não gera lucro ao cidadão
E só com muita persistência
Da terra se tira o pão.

*******
Suas festas religiosas
Sempre com a fé habitual
Não há mística enganosa
São novenas de animação total.

********
Temos o açude novo
De localização central
Atende todo nosso povo
Do entardecer ao matinal.

*********
A vida é muito tranqüila
Por todo nosso arraial
Até os papudinhos da tequila
Têm arruaças cultural.

**********
Na rotina do dia a dia
Agradecemos o liberal,
Empresários e biquistas
Que engrandecem Chaval.

Poeta: Joaquim da Rocha.

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

O jogador português João Pinto é lateral do Porto F. C. e da seleção de Portugal. Entrevistado após um jogo, declarou ao repórter: "Estou muito feliz porque estou contente." O Porto tinha vencido o jogo.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

"M O R D O M I A S"

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

Um Português, um Americano e um Russo decidiram que iriam para o Sol.
AM- Pessoal, vou pro sol!
RU- Mas como camarada, você vai derreter!
AM- Não tem problema, vou preparado pra isso, mas vou pro sol!
Entao o americano constrói uma nave muito grande, e se mandou pro sol. Decolou e depois de uns dias teve que voltar devido a problemas na nave e provavelmente não iria agüentar o calor do sol.
RU- Tá vendo, camarada, não te falei que não dava pra ir para o sol, agora você vai ver, eu vou pro sol!
O russo, aproveitando os segredos da nave do americano, constrói uma nave enorme muito maior que a do americano e se mandou para o sol.
Depois de alguns dias também voltou porque a nave não conseguira aguentar o calor do sol.
PT- Viu, oh gajo, não destes certos também, mas agora, eu vou para o sol!
O portugues constrói uma nave toda podre, cheia de remendos, bandeide, esparadrapo, durex, caindo aos pedaços, tinha até chiclete.
RU- Português, como você vai pro sol num cacareco desses?
AM- é mesmo português, isso vai derreter na metade do caminho.
PO- Ora pois pois, é que eu vou pro sol de noite seus burros!

quarta-feira, 23 de junho de 2010

CEARÁ DE COISAS LINDAS

**01**
Aqui no meu lindo Ceará
Do teatro José de Alencar,
Você pode assistir peças
De uma qualidade muito boa
E sair por ai rindo a toa
Por que temos humoristas, à beça.

**02**
Aqui no meu lindo Ceará
O cine São Luis pode apresentar,
De um jeitinho apropriado
Bem ai na Rua Major Facundo
Todos os filmes do mundo
Aos casais de apaixonados.

**03**
Aqui no meu lindo Ceará
Aonde o turista vem passear,
Temos as mais lindas praias
E na capital sem muro
Temos a Praia do futuro
Onde empinamos Arraias.

**04**
Aqui no meu lindo Ceará
Do sertão até o mar,
A beleza aqui é tanta
Que o visitante para
Na praia de jeriquaquara
Onde a natureza encanta.

**05**
Aqui no meu lindo Ceará
Temos muito que apreciar,
Em suas noites de festa
O visitante fica apático
Vendo no Clube do Náutico
O tocar de nossa orquestra.

**06**
Aqui no meu lindo Ceará
Você pode acreditar,
Servimos a todo instante
Um verdadeiro manjar
Que você pode deliciar
Na rede de restaurantes.
**07**

Aqui no meu lindo Ceará
Você encontra um lindo lugar,
De diversificação de beleza
Provando que estou por dentro
Estou falando do centro
De nossa linda Fortaleza.

**08**
Aqui no meu lindo Ceará
A beleza é um colírio ocular,
Em qualquer lugar que esteja
Do litoral ao sertão
Se prestar bem atenção
Vai encontrar o que deseja.

Amo tanto esta terrinha que vez por outra estou escrevendo alguma coisa para prestar minha singela homenagem, não podia ser diferente, quem mora num lugar onde a temperatura média é de 32 graus, sol o ano inteiro, praias, açudes, rios, riachos e até cachoeiras. Só para se ter uma idéia, aqui onde moro, na cidade de Chaval, existe hoje o maior contingente de manguezais preservados do Estado do Ceará e quiçá até do Brasil. Tenho ou não tenho motivo de sobra para ser feliz?

Poeta: Joaquim da Rocha.

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

O português estava na estrada, quando viu a placa: "DEVAGAR QUEBRA MOLA". Aí o português acelerou tudo, pisou fundo, passou no quebra mola voado e quebrou as mola toda do carro e emputecido disse:
- Oh ráios! Não estou a entender! Rápido também quebra!

terça-feira, 22 de junho de 2010

WENDEL OLIVEIRA: COMO DIZ NA LINGUAGEM POLICIAL "A CASA CAIU"


Foi por intermédio da polícia que o renomado jurista Pedro Calmon, de Brasília, descobriu que tinha um sócio no Piauí.
Como diz na linguagem policial “a casa caiu” e o advogado Wendel Araújo, falso sócio de Calmon, foi parar no xilindró.
O advogado preso é responsável pela defesa do coronel Correia Lima, e da quadrilha de José Maria (Cobra)acusado de chefiar o trafico de drogas na região e também costuma atuar em ações a favor do desembargador Peres Parente.

Fonte: AZ e Blog do Pessoa de Parnaiba.

LÁ VAI O BESTA: Com os antecedentes e as acusações que pesam no momento sobre este ilustre advogado, dá até para suspeitar que ele seja mais um dos integrantes da quadrilha que defendia. Deus que me perdoe, eu disse suspeitar, não vão interpretar errado minhas palavras.

"Estava hospedado na Pousada da OAB-PI"

Foi preso, em Luís Correia, ontem pela manhã, o advogado Wendell Reis, que atua na defesa do ex-coronel José Viriato Correia Lima. Reis foi preso por policiais da CICO (Comissão Investigadora do Crime Organizado) enquanto estava hospedado na Pousada da OAB naquele município. Ele é acusado de falsidade ideológica e estelionato por utilizar documentos de um famoso escritório de advocacia de Brasília.

Fonte: DP
Postado no Blog do Pessoa

LÁ VAI O BESTA: O Advogado do Ex-Coronel Viriato e do Bando de José Maria Cobra, agora vai precisar de um advogado, já que foi fazer companhia aos clientes no xilindró. Bem que suspeitei, é muita esmola para poucos cegos. Este ilustre advogado não podia representar um famoso escritorio de Brasilia do renomado jurista Dr. Pedro Calmon e vir para o piauí defender suspeitos de serem Traficante e Assassinos. Só os advogados de porta de cadeia aceitam este tipo de cliente. Como é que pode, Bandido defendendo bandido.

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

Portugal resolvera provar que esta história do Português ser burro era tudo invenção. Então reuniu 50 mil portugueses em um estádio de futebol em Lisboa para um teste.
O locutor(L) pediu um voluntário para o teste, e lá foi o Manuel(M).
L:- Manuel, me diga quanto e três mais três?
M:- Ora, está é fácil, é 7.
L:- Sinto muito, mas...
A multidão(MU) começou então a berrar:
MU:- Dá mais uma chance para ele, dá mais uma chance para ele...!!!
L:- Então me diga quanto é dois mais dois?
M:- Ora, mais fácil ainda, é 5.
L:- Não, eu realmente ...
UM:- Dá mais uma chance para ele, dá mais uma chance para ele...!!!
L:- Tudo bem, pela última vez; quanto é um mais um?
M:- Dois.
MU:- Dá mais uma chance para ele, dá mais uma chance para ele...!!!

"POLITICA NO BLOG DO POETA - Anotações à margem da crise."

Entre a lenda e os fatos
Tanto quanto possível foi, o governador retardou o jogo da própria sucessão apostando na sua capacidade de controlar o processo ao limite. Fez-se de surdo aos opositores e mudo diante dos aliados. Que fossem, os insatisfeitos, “tomar maracujina” – foi o recado da mesa a quem pedia ficha.
Ao fim, o processo levou a resultado oposto. Quem queria decidir tudo não decide mais quase nada, rendido ao império da realidade que recomendou a cumprir, à risca, as condições exigidas pelo presidente Lula: nada de Tasso. O outro senador é José Pimentel. E tratem de se entender.
Enquanto os tucanos foram – antes tarde do que nunca – cuidar da vida deles, o PT promoveu um ato público de lançamento da candidatura de Pimentel sem que este tenha tido um único encontro com Cid Gomes para pactuar a rendição do staff oficial às imposições petistas.
Agora, sem força suficiente para agir com imposição, o que antes parecia uma dinastia imune a pressões faz apelo aos outros 14 partidos aliados – siglas de aluguel, a maioria deles, que se engalfinham à bica de seus favores, para extrair dos petistas a vaga de vice na chapa.
Os fatos falam por si.

Matéria idealizada e de responsabilidade do Jornalista "RICARDO ALCÂNTARA" - Pauta livre. Publicação autorizada pelo autor.

"POLITICA NO BLOG DO POETA - Risíveis bravatas."

Com seu estilo caricato, fanfarrão, a simular uma demonstração de força que os antecedentes não abonam, Ciro Gomes – eternamente licenciado de suas obrigações parlamentares – assumiu falando grosso a condução do processo de definição das alianças em torno de seu irmão.
Disse que não aceitarão – o sujeito da oração é a família – que lhes coloquem a “faca no peito”, referindo-se às pressões dos aliados à direita e à esquerda, tucanos e petistas, nominando a prefeita Luizianne Lins e o senador Tasso Jereissati como protagonistas de todos os constrangimentos.
“Faca no peito”, pelo visto, apenas a que lhes colocou à frente o presidente Lula quando mandou o deputado transferir seu domicílio eleitoral para São Paulo e, depois de forçá-lo a desistir de sua candidatura presidencial, impôs o nome do “companheiro Pimentel” para o senado.
A disparidade entre a prosopopéia e as concessões, que, de já tão habitual, se tornou anedótica, tornaria a cena cômica, se não fosse trágica: esses homens sem temperança comandam um estado pobre.

Matéria de Responsabilidade do Jornalista "RICARDO ALCÂNTARA"  - IDEM A MATERIA ANTERIOR.

"POLITICA NO BLOG DO POETA - Um tímido destrambelhado."

O governador Cid Gomes não tem a prudência que se espera de temperamentos retraídos como ele. Apesar de introvertido, não aplica em favor dos seus objetivos a moderação que sua sensibilidade permite. Tem jeito de bicicleta, age como trator. E tem se dado mal com isso.
Foi assim na forma como tentou aportar no litoral urbano o trambolho de um estaleiro e, com repercussões políticas que jamais previu, na tentativa de impor aos aliados políticos um adesão incondicional à sua aliança eleitoral sem oferecer nenhum indicativo dos rumos que desejava tomar.
Tem as fraquezas da timidez sem dela tirar muito proveito.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

"POESIA NO BLOG DO POETA - O Bêbado."

*
Todo bêbado é insolente
Fala igual uma Matraca
Bebe tudo, até solvente.
Gastando a última pataca.

**
Todo bêbado é falador
Pois o álcool da coragem
Gaba-se de ser namorador
Mas fala mesmo é bobagem.

***
Todo bêbado é imprudente
Erra mais do que acerta
Não deixa nada pendente
Correndo quando se aperta.

****
Todo bêbado é mentiroso
Não se lembra da verdade
Fala, inventa e é astucioso
Mas não pratica maldade.

*****
Todo bêbado é rico
Gosta de contar lorota
Mesmo vivendo de bico
E sendo alvo de chacota.

******
Todo bêbado é valente
Faz arruaças e confusão
Leva a pior o inocente
Que apazigua a questão.

*******
Todo bêbado calado
Que enche a cara de tudo
Fica logo embriagado
Fazendo crer que é mudo.

********
Todo bêbado gabola
Brincalhão e animador
Tem aparência de boi ola
E defeito de ser falador.

*********
Todo bêbado viciado
O conhecido alcoólatra
Dá trabalho o condenado
Bebe tudo, até amostra.

**********
Todo bêbado faz mungango
E tem aparência horrível
Fica mole igual molambo
Transportá-lo é impossível.

Poeta: Joaquim da Rocha.

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

Alguém sabe a diferença entre o português burro e o inteligente em uma sala de aula?
O burro, escreve no caderno, tudo que o professor escreve no quadro negro e quando o professor apaga o quadro, ele apaga no caderno também.
O inteligente não escreve nada porque sabe que o professor vai apagar mesmo...

"POLITICA NO BLOG DO POETA - Baixa a bola, governador."

Política é mesmo como já foi dito: nuvens que mudam com a direção dos ventos. Se maio terminou com Cid Gomes sem adversários na disputa pelo governo do estado, junho começou com perspectiva de segundo turno.
Se os tucanos cearenses “decidiram que podem decidir” por candidatura própria, Lúcio Alcântara também já se dispõe a colocar seu nome como uma alternativa à cena ridícula de uma eleição sem disputa.

Cid Gomes não comprou a decisão dos tucanos como definitiva, é o que se pode concluir quando afirma que não gosta “de ser pressionado”. Quanto a isto, governador, conte com a minha solidariedade: ninguém gosta.

Mas abolir as pressões da política seria abolir a política do mundo e restaurar o princípio absolutista da tirania – daí, os comentários grosseiros, porém pertinentes, que o apontam com pendores monarquistas.

Na conjuntura complexa em que opera, a opção do governador em adiar a definição de sua coligação para o momento final de decisão construiu um discurso cuja onipotência não corresponde ao seu real poder de fogo.

Não é seu nível de popularidade, nem a capacidade de seu governo em distribuir favores, o fator decisivo no quadro atual de disputa, mas o insuperável potencial de transferência de votos do presidente Lula.

Pesquisas recentes apontam que o governo petista é aprovado (os que o avaliam como “ótimo”, “bom” ou “regular, mas positivo”) por 97% dos eleitores cearenses. Na margem de erro, dá 100%. E aí, vai encarar?

Por outro lado, a avaliação do governo do estado, se é muito boa (na faixa dos 65%, a mesma obtida pelo governo anterior ao final do mandato), não apresenta, em seu perfil qualitativo, uma imagem muito consolidada.

Significa dizer que os eleitores o aprovam massivamente, mas com baixa consistência, isto é, pouca clareza a respeito dos aspectos determinantes da avaliação, desprovida, enfim, de uma argumentação de defesa mais sólida.

É, portanto, vulnerável, se colocado diante de uma conjuntura mais acirrada de disputa, exposta a uma artilharia crítica que até o momento desconhece por força da ampla coalizão partidária agregada ao seu projeto de governo.

No curso recente dos fatos, houve ainda a retirada da candidatura presidencial do seu irmão, Ciro Gomes, um episódio que provocou uma alteração substancial na correlação de forças que atuam sobre o processo.

É relevante anotar que o fato em quase nada alterou a postura do governador na condução de sua estratégia eleitoral. Pois deveria. Com Ciro fora da disputa, a candidatura de Cid perdeu sua principal moldura.

Avaliada a conjuntura sob todos esses aspectos, é possível afirmar que o governador ainda conta com as condições necessárias para operar um bom trânsito eleitoral para um segundo mandato, desde que desça dos saltos.
Enfim, foi claro, o recado que as forças políticas mandaram: “baixe a bola, governador”. Por falar em bola, faça uma boa viagem. E treine bem os ouvidos pois, quando voltar, por aqui o aguardam as vuvuzelas da oposição.

CID: sob pressão, goste ou não.

sábado, 19 de junho de 2010

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

Aeroporto do GALEÃO - 7:00 da manhã.
Um denso nevoeiro cobre a pista.
Avião JUMBO 747 da TAP tenta descer, ajudado pela mais moderna tecnologia de navegação aérea...e dos pilotos, é claro...
- CUIDADO JOAQUIM!, OLHA A ÁRVORE!..
- MEU DEUS MANOEL, VEJA SE ESQUIVA DESSA VACA!
- MINHA NOSSA!, VAMOS BATER..
- SEGURA O FREIO JOAQUIM!.. FALTA POUCO..
- DIMINUI A TURBINA 4 MANOEL...
- Uf! Conseguimos parar, e olha , apenas 10 centímetros antes de terminar a pista..
- Pois é Manuel, que ráios de pista que constroem neste país?,
Olha, tem apenas 300 metros de comprimento!
- que desgraçados, e ainda dão para ela 3000 metros de largura!

sexta-feira, 18 de junho de 2010

"POESIA NO BLOG DO POETA - CARAS DE PAU"

Bandos de caras de Pau
Em Copenhague discutindo o aquecimento global,
Em vez de trabalhar duro
Só falaram mesmo foi merda
Sabe o que a futura geração herda?
Uma bolha de vidro no escuro.

Bandos de caras de Pau
De discurso bestial,
Suas mentes inibidas
Clamando por inteligência
Faz-nos pedir clemência
E ficar desenganados da vida.

Bandos de caras de pau
Que se acham genial,
Parem com estas besteiras
Liberte seu coração de impureza
Dignificando-os para defender a Natureza
Livrando-nos das ratoeiras.

Bandos de caras de pau
Com estatus mundial,
Façam as suas partes
Seus idiotas ignorantes
Com representação governante
Que não aprenderam à arte.

Bandos de caras de pau
De desgoverno infernal,
Digo com toda certeza
A riqueza e produção
Que aumenta a poluição
Está matando a mãe natureza.

Este turminha de safados
Ficaram todos cagados,
E como um bando de loucos
Com suas mentes lerdas
Só Fizeram mesmo merdas
Estes santos do Pau Oco.
Poeta: Joaquim da Rocha

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

Dois portugas saíram pra passear de barco. No meio do lago, em uma manobra infeliz, o barco virou. Um deles, que sabia nadar, veio nadando rápido até margem, enquanto o outro se debatia na água, se afogando. Logo que chegou à margem da lagoa, o primeiro respirou fundo e exclamou:
- Metade da tripulação está salva. Agora vamos lá salvar a outra metade
E pulou na água de novo.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

"POESIA NO BLOG DO POETA - O Caipira"

*
A passeio na cidade;
Matuto é desconfiado;
Se oferecer uma beldade;
Não aceita, nem fiado.

**
Examina, todos e tudo;
De forma minuciosa;
Acha-se esperto e sortudo
Com bugiganga valiosa.

***
O bruaqueiro sai da roça;
Vem andando meditativo;
Se vê Ciganos, faz troça;
Acha-se maroto e criativo.

****
É trabalhador e honesto;
Faz tudo a tempo e hora;
Mas o patrão indigesto;
Acha que não colabora.

*****
Faz de tudo um pouco;
Com salário insuficiente;
O Patrão sabido ou louco;
Ainda engana o inocente.

******
Ajuda na lida da vivenda;
Como escravo serviçal;
E sem nenhuma contenta;
Perde o presente de Natal.

*******
É o primeiro que acorda;
E o último a se deitar;
Usa uma rede de corda;
Tão velha de se rasgar.

********
Ainda acha a vida boa;
Conta piada de pracista;
Pode ser coisa à toa;
De um babeco otimista.

*********
É alegre por natureza;
Herança que traz do berço;
Mesmo tendo certeza;
Da vida não rezar terço.

**********
Sua família avantajada;
Muitos meninos pequenos;
Chegando a hora da bocada;
Se deixar, comem veneno.

Poeta: Joaquim da Rocha.

"PIADA DO DIA NO BLOG DO POETA - DE PORTUGUÊS"

O engenheiro Joaquim Pereira estava no exterior a negócios quando, no meio de uma reunião importante, foi interrompido por um telefonema urgente. Era o irmão mais novo, Manuel, avisando que o pai deles acabara de falecer. Como não daria para voltar a tempo para o enterro, o engenheiro instruiu o irmão para cuidar de tudo e, depois, apresentar-lhe a conta. E assim foi feito. Veio a conta e o engenheiro pagou direitinho. Mas começou a estranhar que, todo mês, aparecia uma despesa nova. Intrigado, foi saber do irmão:
- Oh, Manuel, mas que ráios de funerária você foi arrumar que não pára de me cobrar o enterro de quatro meses atrás?
- Caspite, Joaquim, esqueci de dizer: naquela correria toda, enterramos o papai com um terno alugado...

terça-feira, 15 de junho de 2010

"Biografia do Poeta."

Joaquim da Rocha, nasceu no dia 16 de junho de 1954, na vizinha cidade de Barroquinha, na época distrito de Camocim, filho de Manoel André da Rocha Sobrinho e Maria dos Navegantes Rocha (Dona Maria Costureira). Mudou-se para Chaval ainda muito criança. Foi alfabetizado pela Professora Benedita Caripina, sendo matriculado a partir do 1º ano, no Grupo Escolar Monsenhor José Carneiro da Cunha hoje Escola de Ensino Fundamental e Médio. No 1º ano, professora Madrinha do Filinto, 2º ano, Professora Assunção Pacheco, 3º e 4º anos, Professora Ivanilce, 5º ano, Professora Cleonice. Terminado o 5º ano, na época conhecido como admissão ao Ginásio, só restava conseguir uma vaga no ginásio Santo Antonio, mais para isto, o aluno tinha que enfrentar um verdadeiro vestibular, por conta do reduzido número de vagas ofertadas. Na época, Padre Odilon Marinho de Pinho, um verdadeiro gênio, criou o exame de admissão ao Ginásio. Mesmo estudando a luz de candeeiro e sem as condições matérias dos filhos de pais mais abastados, prestou o exame e para surpresa de muita gente foi o segundo colocado num universo de 82 inscritos, ficando meio ponto atrás do primeiro colocado.

Matriculado no Ginásio Santo Antonio, sempre se destacou por tirar boas notas, em especial nas matérias que mais lhe interessavam, como: Matemática do Professor Grijalva; Inglês do Professor Humberto (Voluntários); artes e desenho da Saudosa Professora Fanchaga; OSPB, Educação Moral e Cívica e Religião do Professor Padre Odilon, Português da Professora Miriam e Historia e Geografia da Professora Socorro Aragão, etc. Cursou o ensino médio no Estadual Lima Rabello de Parnaíba, 1º ano Cientifico, Padre Champanhat da Otavio Bom Fim em Fortaleza, 2º e 3º anos de Contabilidade e Joaquim Nogueira em Fortaleza 2º e 3º anos de Administração.

VIDA PROFISSIONAL: Primeiro emprego: Contínuo na Farmácia Pasteur de Fortaleza, 03 meses; Segundo: Auxiliar de almoxarifado, Brasil Oiticica de Fortaleza, 01 ano e dois meses; Terceiro: Ajudante de produção na Vegetex em Parnaíba, 11 meses; quarto: Representante da Previdência Social, Instituto Nacional da Seguridade Social – INSS, 14 anos; Quinto e último: Escriturário, Prefeitura Municipal de Chaval, 24 anos e sete meses. Isto sem contar os anos que trabalhou na informalidade como ajudante de Carpinteiro Naval, sobre as ordens dos mestres: José de melo e Raimundo Angelim, desde os 14 anos de idade. Somando tudo, são quase quarenta e cinco anos de vida economicamente ativa em cinqüenta e seis vividos. Hoje, aproveita sua experiência e tempo livre, prestando assessoria a pessoas carentes, em especial assessoria Previdenciária e fazendo Poesias, sua diversão pessoal.

Chaval(CE), 15 de junho de 2010.

JOAQUIM DA ROCHA – POETA.


“ENFIM O SERTVIÇO DAS CRATERAS SAIU”

Depois de três meses de espera e varias denuncias publicadas nos blogs de nossa Região, a Secretaria de Obras esteve em ação na Rua Major Fiel, onde realizou o serviço das duas crateras, graças a Deus, a população prejudicada agradece e em especial este blog que não sabia nem quem era o Secretario de Obras.

"VIOLÊNCIA"

sexta-feira, 11 de junho de 2010

"GUARDAS MUNICIPAIS DE JUAZEIRO SEQUESTRARAM E TORTURARAM JORNALISTA"

OS TORTURADORES FAZEM PARTE DA GUARDA PESSOAL DO PREFEITO
O delegado da Polícia Civil de Juazeiro do Norte, Levi Leal, anunciou, esta tarde, em entrevista coletiva, a solução parcial do crime de seqüestro seguido de tortura contra o jornalista Gilvan Luiz, do Jornal Sem Nome. Foram indiciados dois guardas municipais – Cícero Fecundo Sampaio e Resilânio Jargeu dos Santos – que trabalhavam como seguranças do prefeito Manoel Santana (PT),segundo o delegado. O terceiro indiciado, Ademilton Alves Vieira, é o dono do carro Corolla usado no seqüestro. O jornalista fazia oposição ao prefeito em seu jornal. A Polícia Civil resolveu o crime porque o guarda Cícero Sampaio deixou cair seu celular dentro do Corolla. O delegado Levi Leal não apresentou o mandante do crime. Alegou precisar de mais três meses para descobri-lo. “O prefeito Santana não conhecia os guardas envolvidos no seqüestro seguido de tortura e não conseguiu identificá-los e nada sabia. Fizeram essa operação para ajudá-lo em sua administração, mas o prefeito nada sabia”, garantiu o delegado. O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, deputado Heitor Férrer, afirma não aceitar o que chamou de "operação abafa". Fonte: Blog do Noblat
Lá vou eu: Peraí, deixa tentar entender. Os acusados fazem a segurança pessoal do prefeito e ele não os conhece? O Delegado afirma que os guardas fizeram isso para "ajudar" a administração e ainda assegura que o prefeito nada sabia? Ele pede três meses para chegar ao mandante? Entendo, é sempre bom ter cautela. E pelas pistas fica praticamente impossível dizer de bate pronto quem mandou sequestrar e torturar o jornalista. Eu particularmente fiquei com uma "dúvida monstra". E você?
LÁ VAI O BESTA: É meu caro Tadeu Nogueira, dúvida? A única que tenho é quando vai chegar a minha e sua vez de apanhar, porque aqui em Chaval o Radialista Agostinho Alcântara, andou bem pertinho de levar uma surra de um dos Aspones, Graças a Deus o citado radialista é um cidadão bem sucedido financeiramente e pode pagar segurança pessoal, e nós?!?!.
Postado por Tadeu Nogueira.

"TÉCNICOS E AUXILIARES DE ENFERMAGEM DE CAMOCM CONTINUAM EM GREVE"

A PARALISAÇÃO ENTRA EM SEU 11º DIA E O PREFEITO NÃO RECEBE A CATEGORIA
Hoje (10) pela manhã houve uma audiência de mediação na promotoria de Camocim, entre o movimento grevista dos técnicos e auxiliares de enfermagem e representantes da Prefeitura de Camocim. Após a audiência, durante entrevista ao radialista Zezinho, na Pinto Martins Fm, a diretora do SINDSAÚDE, Célia Santiago, disse que não houve progresso nas negociações, aliás, ela ressalta que não há negociações. O Prefeito Chico Vaulino se recusa a receber a categoria. Mesmo com essa intervenção da promotoria o município sequer se preocupou em receber as propostas. "É como se a classe não existisse", disse ela. Segundo informações, a Prefeitura estaria achando justa a reivindicação da categoria, mas não iria conceder o reajuste por receio que isso desencadeie uma série de greves em outros setores da administração.
Uma fonte do blog informou que durante uma das manifestações dos grevistas em frente a uma unidade de saúde, a Dra. Sônia Maria Cahu Beltrão, Secretária de Saúde de "fato" do municipio de Camocim (a de direito é a enfermeira Iracema Gonçalves), teria impedido os grevistas de entrarem na referida unidade pública, ato que vai contra a lei de greve que, entre outras coisas, assegura o emprego de meios pacíficos para convencer outros trabalhadores à aderirem à greve. Ainda segundo a fonte do blog, os profissionais que ainda não aderiram à greve estão sendo forçados a isso através de ameaças e constrangimentos. A greve entra em seu 11º sem prazo para acabar. Por tudo isso nasceu a especulação sobre uma possível medida extrema por parte da prefeitura, a de demitir os grevistas alegando abandono de emprego. Caso isso se comprove, seria mais um tiro no pé disparado pela Prefeitura, afinal os técnicos e auxiliares de enfermagem estão amparados pela lei de greve. Os sindicalistas avisam que farão uma manifestação amanhã (11), às 08:00h, na Praça da Matriz e convidam outras categorias para que compareçam ao local.
Postado por Tadeu Nogueira.
LÁ VAI O BESTA: Pelo menos em Camocim a greve por melhores salários e condições de trabalho está acontecendo, os servidores estão entendo que não podem viver sobre o julgo das administrações e espantaram o medo das ameaças dos ASPONES do Prefeito, o que não aconteceu aqui em Chaval, os servidores mesmo os concursados se boram de medo das ameaças e do terrorismo psicológico feito pelos mandatários, pois que continuem recebendo a merreca que estão lhes pagando, vocês merecem o administrador que têm.   

"COM A PALAVRA, O LEITOR"

Venho a este blog publicar minha indignação a respeito da forma de tratamento de um médico do Hospital do Município de Camocim. Durante a procissão de Corpus Christi, no último dia 03 de junho, houve um acidente envolvendo uma enfermeira que atua há anos no município. No momento em que a mesma estava cantando durante a caminhada, o carro em que ela vinha acabou passando por cima do pé direito dela, logo após ela descer do mesmo. Ela foi então levada às pressas para o Hospital Murilo Aguiar. Ao chegar foi “supostamente” atendida pelo Dr. Evandro Ponce de Leon, digo supostamente, pois, o Doutor apenas olhou para o rosto dela, passou uma injeção chamada voltarem e mandou que ela fosse para casa e retornasse na manhã seguinte para bater o raio-x . É por atendimentos como esse que ele recebe o nosso dinheiro. Ele não teve nem a sensatez de perguntar se ela alguma vez na vida teria tomado essa tal injeção e se a mesma não teria alergia ou coisa parecida com relação ao medicamento e muito menos a examinou, o que é obrigação dele como médico. Quando questionado pelo atendimento o Doutor ainda foi irônico com os Padres que ali se encontravam. Quando perguntamos o porquê de não ter requisitado o raio-x, ele respondeu: "Meus senhores, vocês têm que entender que a igreja funciona de um jeito e o hospital de outro, que o rapaz do raio-x só ´chamado somente em caso de extrema urgência". Onde está o profissionalismo deste Médico? E o juramento que ele fez durante a formatura? Será que ele esqueceu? E a educação que os pais deram a ele? Qual o respeito que ele teve para com os Padres que são autoridades dentro do município? Termino ressaltando uma pequena frase: "Se uma Enfermeira que há anos trabalha no município é tratada dessa forma, imagine uma pessoa que tem um nível de escolaridade e status social menor!?!?"
Texto enviado por Anna Lima para o blog do Tadeu Nogueira.